Terça-Feira , 17 Outubro 2017

 

Ação acontecerá durante reinauguração do Cras de Valéria, que foi completamente recuperado

 

O prefeito ACM Neto, através da Secretaria Municipal de Promoção Social e Combate à Pobreza (Semps), lança nesta terça-feira (19), às 9h, o projeto Família Empreendedora, que tem a parceria do Banco do Nordeste do Brasil S. A. O projeto será lançado durante a inauguração do Centro de Referência da Assistência Social (Cras) de Valéria, localizado na Praça da Matriz, sem número, próximo ao Largo de Valéria. A unidade foi completamente recuperada, com a substituição do forro, cobertura, toda parte elétrica, fiação, quadro de disjuntores, luminárias, tomadas e interruptores dentro das normas atuais. Também foram instalados piso tátil, rampa de acesso, além da adaptação do banheiro para atendimento a pessoas com deficiência. A titular da Semps, Tia Eron, também estará presente. 

 

O projeto Família Empreendedora objetiva esclarecer aos empreendedores informais formas de acesso ao Crediamigo, linha de microcrédito, para, assim, incentivar o empreendedorismo das famílias inscritas no Cadastro Único para Programas Sociais do governo federal (CadÚnico), tendo como resultado o seu empoderamento e autonomia socioeconômica. Além disso, o projeto visa fomentar a geração de renda (principal ou complementar); estimular iniciativas empreendedoras por parte de pessoas e famílias assistidas pelas unidades municipais; promover palestras, oficinas e cursos sobre qualidade do produto e aperfeiçoamento das técnicas produtivas realizadas pelas famílias, com educação financeira, de gestão e de marketing. Serão realizadas oficinas que incluem os conhecimento técnicos e específicos da ação, bem como orientações sobre formação de preços, definição de público-alvo, estratégias de divulgação dos produtos e importância das embalagens.

 

Cras - Os Centros de Referência da Assistência Social (Cras) são unidades públicas que atuam com famílias e indivíduos, em seu contexto comunitário, visando a orientação e fortalecimento do convívio sócio familiar. Salvador tem 28 dessas unidades, que atendem famílias que, em decorrência da pobreza, estão vulneráveis, privadas de renda e do acesso a serviços públicos, com vínculos afetivos frágeis, discriminadas por questões de gênero, idade, etnia, deficiência entre outras. Cada unidade referencia até cinco mil famílias em vulnerabilidade, podendo atender até cerca de mil famílias ano.

 

O Cras de Valéria abrange moradores das áreas de Valéria, Boca da Mata de Valéria, Nova Brasília de Valéria, Palestina. Os centros ofertam os seguintes programas, serviços e atividades: Serviço de Proteção e Atendimento Integral à Família (PAIF) e Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos. Os cidadãos também são orientados sobre os benefícios assistenciais, e como se inscreverem no Cadastro Único para programas sociais dos governos federal e municipal, como o Bolsa Família e Primeiro Passo, respectivamente.

 

O centro também executa atividades como atendimento às famílias, visitas domiciliares, orientações e encaminhamento a outros serviços e políticas do governo federal, além de apoiar ações comunitárias, por meio de palestras, campanhas e eventos. São ações que favorecem o fortalecimento de vínculos familiares e comunitários, bem como o sentimento de pertencimento dos indivíduos com os territórios nos quais vivem. Os impactos sociais oportunizados refletem-se nos números de famílias atendidas/acompanhadas inseridas em benefícios e programas sociais, com diminuição da pobreza.