Segunda-Feira , 20 Novembro 2017

Economia Criativa e as Artes do Fazer é o tema da sétima edição do “Partimônio É...”, que acontece nesta terça-feira (31), às 18h, no Espaço Cultural da Barroquinha, no Centro. A iniciativa integra o projeto de Educação Patrimonial do programa Salvador Memória Viva, da Fundação Gregório de Mattos (FGM), e é aberta ao público.

Na oportunidade, será realizada uma conversa sobre a tendência de transformar processos através da criatividade, estabelecendo uma cadeia produtiva que beneficia todos os participantes. A proposta é haver uma troca de ideias e informações sobre o que é economia criativa enquanto conjunto de negócios baseados no capital intelectual e cultural, com estímulo à geração de renda e criação de empregos, bem como sobre promoção à diversidade cultural e ao desenvolvimento humano.

A mesa será composta por Luís Alencar, gestor cultural com especialização em produção multimídia; Camila Godinho, especialista em gestão de projetos e sustentabilidade e sócia da empresa SER - Sustentabilidade, Educação e Responsabilidade; Daniele Canedo, gestora cultural, capoeirista e professora do Centro de Cultura, Linguagens e Tecnologias Aplicadas da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB), onde atua como gestora de Extensão; e Jaqueline Matos de Azevedo, produtora cultural há 20 anos, empresária artística e uma das idealizadoras do Mercado Iaô. A mediação será feita pelo presidente da FGM, Fernando Guerreiro.