Segunda-Feira , 22 Maio 2017

A Prefeitura, através da Fundação Gregório de Mattos (FGM), promoveu na tarde desta terça-feira (18) uma roda de conversa sobre a Literatura Africana para crianças, na Casa do Benin, marcando também as programações pelo Dia Nacional do Livro Infantil. O evento reuniu os bibliotecários de 14 comunidades de Salvador para discutir o contexto da Cultura Africana e também questões de linguagem e literatura.

 

De acordo com Jane Palma, museóloga responsável pela Gerência de Biblioteca Fomento à Leitura e o Livro da FGM, o objetivo é fazer ações em toda a cidade com o foco no incentivo à leitura. “Escolhemos essa data em comemoração ao Dia Nacional do Livro Infantil, então nada mais justo colocarmos essa temática de introdução e difusão da literatura de matriz africana para as crianças. Para mim foi muito proveitoso porque vieram pessoas de todas as partes da cidade com informações que só fortalecem a nossa vontade de difundir a cultura afro-brasileira”.

 

Nanci de Souza, 78, bibliotecária, exalta a importância da literatura africana para a conscientização das crianças, que as leva a conhecer a história de seus ancestrais. “Eu acho que um evento como esse é muito importante para que as crianças saibam trabalhar com diversidade, respeitando a crença e a religião de outras pessoas. Deus, na realidade, é um só. Ele apenas muda de cor, de formato, mas o ensinamento vai ser sempre o mesmo de amor, carinho e de compartilhar”, afirmou.

 

A também bibliotecária Leila Ferreira, 35, confessa que não conhecia a Rede de Bibliotecas Comunitárias, e aprovou a experiência vivida na roda de conversa. “Nós não temos representatividade nenhuma em relação ao negro na literatura. Então, essa Roda de Conversa promovida pela Fundação Gregório de Mattos é muito importante para que a gente possa se unir e fortalecer mais ainda essa corrente, trazendo mais literaturas voltadas para o negro”, pontuou.

 

O evento foi direcionado apenas aos bibliotecários comunitários de Salvador. Durante a Roda de Conversa, alguns exemplares do livro “Menina Bonita do Laço de Fita” foram sorteados. O livro é da autora Ana Maria Machado e conta a história de uma linda menina negra que desperta a admiração de um coelho branco, que deseja ter uma filha tão pretinha quanto ela. Cada vez que ele lhe pergunta qual o segredo de sua cor, ela inventa uma história.