Segunda-Feira , 20 Novembro 2017


Mais três entidades estão certificadas como Organizações Sociais e poderão participar de certames para a gestão de atividades ou serviços públicos no âmbito municipal. Foram qualificados a Associação Obras Sociais de Irmã Dulce (AOSID), a Fundação Baiana de Medicina (FBM) e o Núcleo de Atendimento à Criança com Paralisia Cerebral (NACPS), que a partir de agora estão aptas para concorrências públicas.

 

Assim, a Associação Obras Sociais de Irmã Dulce e a Fundação Baiana de Medicina estão aptas a concorrer na área da saúde. Já o Núcleo de Atendimento à Criança com Paralisia Cerebral poderá atuar na educação. Em seis meses, a Secretaria Municipal de Gestão (Semge), por intermédio do Conselho de Gestão das Organizações Sociais (COGEOS), já certificou 10 entidades como Organizações Sociais.

 

Durante reunião do COGEOS, realizada na última semana, o secretário municipal de Saúde, José Antônio Rodrigues Alves, apresentou projeto para a transferência da gestão para Organizações Sociais (OS) das unidades de Pronto Atendimentos (PA) Alfredo Boreau – Boca do Rio – e Maria Conceição Imbassahy – Pau da Lima. O próximo encontro vai acontecer dia 14 de dezembro, quando será feito o balanço das ações do COGEOS em 2017.